Rádio triste: morreu Maurício Figueiredo


Época de 90, nas Rádios Jornal do Brasil AM e JB FM, trabalhava junto com uma equipe fantástica
de Profissionais e amigos, mas não esquecerei nunca este trio maravilhoso do horário da noite:
Orlando Souza (Locutor), Luiz Marques (Operador de Audio) e Mauricio Figueiredo (Locutor)
com eles o trabalho era um prazer.
- Claudino

Maurício Figueiredo era uma das mais belas vozes do rádio brasileiro.
Trabalhamos juntos na Rádio Jornal do Brasil logo após o fim do regime militar.
Maurício era uma das mais instrutivas referências para jovens repórteres. Grande homem, grande profissional.
Excelente caráter, apaixonado pelo rádio, um brasileiro acima de tudo. O câncer castigou sua coluna e, depois,
outras partes do corpo.
Maurício Figueiredo morreu hoje. E na rádio MEC, seu último emprego, ele deixou uma herança de tristeza.
Todos gostavam do Maurício com seu humor e seu grande espírito humanista.
Que Deus o tenha! - Sidney Rezende | 15/12/2011 http://www.sidneyrezende.com/

Recebi uma notícia que, embora esperada, me deixou triste.
Meu amigo Maurício Figueiredo trocou de frequência e ainda não se deu conta de que vai ter muita gente triste com isso.
Esse cara que me deu muita força no início de minha carreira. Em 83 deixava o jornal pra eu fazer, pois sabia que eu precisava treinar mais minha locução. Como ele trabalhava também na Rádio Cidade, eu era fã e amigo ao mesmo tempo.
Muito politizado, Mauríção gostava de jazz, política, leitura, rádio e de um monte de coisa boa.
Beijo pra Vera, sua companheira inseparável - Ruy Jobim | 15/12/2011 http://ruyjobim.blogspot.com/

Nascido no Rio de Janeiro, em 26 de março de 1943, Maurício dedicou sua vida profissional ao rádio brasileiro, onde atuou como locutor e produtor de programas. Ele ficou conhecido na extinta Rádio Jornal do Brasil, onde trabalhou por 25 anos, como locutor do famoso JBI (O Jornal do Brasil Informa) e prod...utor dos programas Arte Final Variedades, com Luis Carlos Saroldi e Arte Final Jazz com Jota Carlos, Celio Alzer e José Domingos Rafaelli. Há 7 anos e meio na MEC FM, Maurício estava diariamente no ar, de duas da tarde às sete da noite, com o Grandes Clássicos e ainda apresentava os programas Antena MEC FM, A Música Clássica no Brasil, Música Antiga, Clássicos do Ouvinte e Os Compositores. Ele trabalhou também nas rádios Cidade, Tamoio, Roquette-Pinto, Tupi e na TV Bandeirantes. Maurício era um excelente profissional, exímio locutor e dono de uma cultura ímpar. Educado e generoso, era um exemplo de radialista. Maurício Figueiredo morreu na tarde de hoje, em decorrência de complicações de um câncer. Ele deixa mulher, três filhos, cinco netos, uma infinidade de amigos e uma lacuna no rádio brasileiro. - Rádio MEC FM | 15/12/2011 http://www.facebook.com/

É com grande tristeza que recebo a notícia da morte de Maurício Figueiredo. Tive a honra e o prazer de conviver com ele na extinta JB AM. Foi figura fundamental na minha formação cultural e ponto de referência na construção de meu caráter. O mundo fica mais pobre ... fica com Deus amigo. - David Trompowsky | 16/12/2011



PS: Jan/2012 - O Amigo Laerte informou que a Rádio MEC em homenagem deu o nome (Estudio Maurício Figueiredo) ao Estudio da Rádio MEC FM.

2011-12-16T16:05:00.000-02:00

Comentários

Sobre o Portal

Home do Portal O Portal dos Radialistas (Jabá do bom) é um Blog direcionado ao tema Rádio: Audios, Bom humor, Causos, Fotos, História, Homenagens, Informativos e Programas das Rádios e seus Profissionais de todo o Brasil.

Testemunhais

Mural de Recados

Deixe seu recado.

Livro de Visitas

Se gostou do Portal, assine o nosso Livro.